Arte Impressa

A Invenção De Paris – A Cada passo uma descoberta

O que as esquinas, as muralhas e as calçadas de Paris contariam, se pudessem falar? E quanto aos ilustres e anônimos que viveram, sonharam e morreram nessas ruas, que tipo de cidade eles cantariam se suas vozes ainda ressoassem pelos séculos? Todas essas vozes, histórias, glórias e tragédias estão em A invenção de Paris – A cada passo uma descoberta, do historiador francês Eric Hazan.

Alvaro Siza – Complete Works

Este livro apresenta a obra completa do arquiteto português Alvaro Siza, considerado uma das principais figuras da arquitetura contemporânea. Ganhador do prestigioso Prêmio Pritzker em 1992, onde o júri destacou suas formas como “moldada pela luz, com uma simplicidade. No entanto, após um exame mais detalhado, essa simplicidade é revelada como uma grande complexidade. Ele fez muitos projetos em Portugal, entre eles foi o responsável pela recuperação do bairro do Chiado, em Lisboa, destruído por um incêndio em 1988. Também projetou o Pavilhão Português na Lisboa Expo 98 e o pavilhão da Serpentine Gallery em Londres em 2005, em colaboração com Eduardo Souto de Moura. Entre muitos outros projetos, completou a Fundação de Serralves (Porto, 1998) e o Museu da Fundação Iberê Camargo, em Porto Alegre (Brasil, 2008).

Lina Bo Bardi – Obra Construída

Arquiteta nascida em Roma em 1914, diplomou-se pela Faculdade de Arquitetura da Universidade de Roma em 1940. Em seguida, mudou-se para Milão, onde trabalhou para Gio Ponti e dirigiu a revista Domus. Após a guerra, imigrou para o Brasil (1946) com seu marido Pietro Maria Bardi, crítico e historiador da arte. Foi no Brasil, país do qual mais tarde adquiriu nacionalidade, que desenvolveu toda sua carreira profissional tanto no campo da arquitetura quanto no do design industrial e de interiores. Neste livro, estão apresentadas apenas suas obras construídas. Olivia de Oliveira nos introduz na obra de ‘Lina Bo Bardi’ com um discurso poliédrico que permite contextualizar e entender a obra em toda sua complexidade arquitetônica, cultural, política e social. Esta publicação termina com uma entrevista feita a Lina em 1991, e com uma seleção de textos da arquiteta.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*