Novas Perspectivas

Por Patrícia Kuhn Schuster e Silvana Pretto

Em nossa pesquisa na Semana de Design de Milão 2019 buscamos evitar o que é simplesmente proposto como status quo. Desenvolvemos um pensamento próprio e crítico, considerando as novas perspectivas, comportamentos e materiais, percebendo como se interligam nas diversas mostras, exposições e ideias que se apresentam, vindas de mais de 175 países.

Neste contexto, captar o “zeitgeist” (palavra alemã que significa “o espírito do nosso tempo) é fundamental. A partir daí fazemos a costura de toda essa “colcha de retalhos” para traçar com mais veracidade o panorama atual e para onde o universo do design, mobiliário e lifestyle está evoluindo, seu impacto na sociedade, no mercado e no futuro.

Semana de Design de Milão

Há muito tempo que a semana de design de Milão transcende os limites da RHO Fiera. O evento âncora Isaloni que já está na 58ª. edição, referência mundial de casa e mobiliário, obviamente continua sendo muito importante do ponto de vista comercial e de fechamento de negócios, necessário para a manutenção do próprio evento e do mercado.

Falando sobre Isaloni 2019

Podemos destacar 4 pontos:

  • Os pavilhões do alto luxo (clássico) e xLux.
  • O “Savoir faire” do artesanal também está muito presente em peças feitas para encher os olhos.
  • O clássico está passando por uma “limpeza formal”, aderindo mais ao refinamento notoriamente derivado de mais pesquisa e adequação aos novos tempos.

Os pavilhões nominados como xLux jogam mais com as influências fashion e máscaras artísticas, criando uma nova dimensão do luxo. Assumem o controle novas formas, experimentação de novos materiais e acabamentos, ousando nos tecidos, porque o objetivo é maravilhar. Podemos afirmar que este setor, bastante impulsionado pelos mercados russo, ucraniano, alemão e americano – que estão mais ativos comercialmente – seja o mais “revolucionário” do momento.

Nos pavilhões do Luxo estampas vibrantes artesanato de alto padrão dão o tom.

Xlux: uma nova dimensão para o luxo, mais moderna e fashion.

Euroluce 30ª Edição

Tanto na Rho Fiera quanto no Fuori Salone as empresas se moveram em um mesmo terreno: o protagonismo de uma nova era na Iluminação. Maior eficiência energética a favor da sustentabilidade também foi ponto relevante. Mesmo com a importância dada à performance o design não foi deixado para trás. A atenção dada à estética e a beleza é uma constante, seja num minimalismo sedutor, formas orgânicas que se assemelham a elementos da natureza, incríveis tramas ou as de estilo puramente decorativo. Como já se havia notado desde o ano passado, a iluminação está resgatando a valorização das sombras, essencial para a percepção dos elementos e formas orgânicas que compõe os ambientes mais contemporâneos.

Euroluce: performance, formas orgânicas e valorização das sobras num novo conceito de iluminação.

Salone Satellite 22ª Edição

Surpreendente e original. Assim podemos definir o Salone Satellite deste ano. Com o tema Food as a Design Object esta edição convida à reflexão sobre o futuro dos alimentos a partir de uma perspectiva responsável, explorando maneiras pelas quais a tecnologia de design pode ser combinada com antigas práticas artesanais.

Salone Satellite: uma lufada de ar fresco dos jovens designers do mundo todo.

Pavilhões de Design

As grandes marcas  como Missoni, Edra, Kartell, Moroso como sempre presentes com seus produtos de excelência em design e qualidade, este ano optaram por um viés semelhante entre si, expondo seus produtos como obras de arte, num formato emocional e envolvente  voltado a permitir uma melhor observação e registro de imagens, traçando um paralelo com o Museu do Design da Triennale de Milão, onde colocam “ em cena” o design italiano, por meio de um sistema de representações que se renovam a cada ano.

Grandes marcas como Missoni, Vitra e Kartell apostando em exposições mais emocionais e envolventes como obras de arte num museu.

Fuori Salone

Os Fuori Salone nasceram a princípio na Via Tortona, como uma forma de reunir designers e empresas mais vanguardistas. Vivazes e cada vez mais numerosos, os Distritos de Design começaram quase anônimos e agora ocupam a cidade e dão vida a novos epicentros de criatividade. Da Tortona até o quarteirão de Isola, onde se encontram em profusão novos talentos, existe uma verdadeira viagem com novos circuitos a serem descobertos, às vezes meio ao acaso, com muitos eventos, festas, mostras e exposições.

Via Tortona

Destaque para o a simplicidade e a genialidade do Design Japonês e a presença do design da Tailândia e da Indonésia. Oportunizam um novo olhar sobre o design a partir de outras culturas e referências.

Escolas de Design da França e da Inglaterra propondo a desconstrução e a ressignificação de produtos e o desenvolvimento de matérias-primas com novos processos, resultantes muitas vezes do envolvimento com comunidades e grupos específicos de pessoas, mostrando que os jovens designers têm no DNA a vontade de melhorar a sociedade, o mundo e o futuro.

Via Tortona: Design asiático, novos materiais e grandes escolas de design repensando o futuro.

Via Lambrate

A Lambrate Design District é um local cult para os amantes de design de todo o mundo. Sinônimo de inovação, frescor e qualidade. Definido como o novo Brooklyn italiano, Lambrate isola-se do caos da cidade, para transportar em uma dimensão que irradia ideias e novidades. A Exposição Real Bodies nos chama a compreensão de que não importa a raça, a crença, a orientação política, a riqueza ou a pobreza. Todos temos a mesma coisa em comum: nosso corpo, organismo real.

Lambrate Design District :além de frescor e inovação a exposição Real Bodies convida à reflexão e extrapola sua mensagem para os produtos.

5Vie

Human Code de Roberto Sironi na 5Vie, apresentada nos espaços subterrâneos do SIAM – Sociedade de Encorajamento de Artes e Ofícios para a Semana de Design de Milão 2019, é destaque absoluto. A exposição, que representa a culminação de uma longa reflexão sobre o ser humano e sobre a sua relação com a natureza, na qual objetos do cotidiano ficam misteriosos e se transformam em achados arqueológicos poderosos, tendo reemergido por uma brecha no espaço tempo, num futuro distante. Sironi se expõe à crítica sem medo, criando universos controversos, desafiadores e significativos sem mediar com a convenção. Em paralelo, a 5Vie surpreende pelas lojas de produtos autorais e de design alternativo. Um verdadeiro espetáculo à parte.

5Vie: a instigante Human Code e lojas e produtos autorais de vanguarda.

Trienalle de Milão

No Museu do design italiano na Trienalle estão expostos centenas de ícones do Design que fizeram a história da criatividade. As formas de exposição transformam design em arte. Muito justo. Também na Trienalle, a Broken Nature: o design assume a Sobrevivência Humana, destaca o conceito de design restaurativo e estuda o estado dos fios que conectam os seres humanos aos seus ambientes naturais – alguns desgastados, outros completamente cortados.

Trienalle de Milão: Museu do Design italiano e a Exposição Broken Nature como destaque.

Brera

Rico de história, palácios antigos e endereços interessantes para quem ama arte, arquitetura e artesanato mais refinado. No Orto Botânico a genialidade do visionário arquiteto italiano Carlo Ratti, retratada na instalação intitulada “O Jardim Circular”, lançando uma questão: “E se no futuro pudermos programar a matéria para “cultivar uma casa” como se fosse uma planta?

Brera: entre palácios, loja de design, pinacoteca e o orto uma atmosfera envolvente e inspiradora.

TREND ALERTAS

Trend alerta: macacos, gorilas, chipanzés e afins.

 

 

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*