Por uma refrigeração mais consciente

A B.One apresenta o sistema de ar-condicionado VRF ou VRV, uma alternativa menos agressiva ao meio ambiente e seu uso é associado a ótimos desempenhos.

Com o verão a todo o vapor, é impossível passar o dia ou a noite sem que o ar-condicionado esteja ligado. Mas, a notícia ruim é que muitos modelos geram grandes prejuízos ao meio ambiente e ainda apresentam grande consumo de energia. Porém, se você soubesse que é possível curtir o frescor dentro de casa ou no trabalho, reduzindo ao máximo este efeito e com ótimos benefícios você não trocaria?

Estamos falando do VRF (Fluxo de Refrigerante Variável) ou VRV (Volume de Refrigerante Variável), um sistema de múltiplas unidades internas nos modelos High Wall, Piso/Teto, Cassete 4 vias, Cassete 2 Vias, Cassete 1 Via e Dutado, conectadas a um único sistema de módulos de unidades condensadoras de capacidade para uma residência, como também atendendo prédios comerciais, com o objetivo de suprir as necessidades de controle de temperatura individualizado por ambiente. Este sistema, além de reduzir o consumo de energia, também proporciona uma melhor relação com o meio ambiente, pois não prejudica a camada de ozônio.

No Japão, aonde o sistema foi inventado em 1982, cerca de 50% dos edifícios comerciais de médio porte utilizam esse sistema. Outra boa notícia, é que no Brasil sua utilização está cada vez mais comum, principalmente com o crescimento constante do mercado de “Prédios Verdes” (Green Building) e com certificações LEED. Já são vários os estabelecimentos como escritórios, escolas e shoppings que contam com este sistema de ar-condicionado para manter a salubridade do ar e também em função do aumento de tarifas gerado pela crise hidroenergética nos últimos meses. E isso é resultado de muitas empresas estarem analisando com mais critério as opções de sistemas de refrigeração que existem no mercado.

MANUTENÇÃO

E eficiente e prática, a manutenção do VRF conta com um sistema inteligente de detecção de falhas que informa qualquer anormalidade, prevenindo o equipamento de possíveis danos. Além disso e com o auxílio da automação, o sistema permite que o técnico acesse o equipamento remotamente, recebendo até mesmo relatórios e avisos das falhas por e-mail. Com isso a manutenção se torna ainda mais acessível e menos onerosa.

 

BENEFÍCIOS

Conforto: Cada unidade interna possui válvula de expansão eletrônica para controle do fluxo de fluido refrigerante evitando a instabilidade de temperatura e garantindo o conforto térmico.

Consumo de energia reduzido: as unidades condensadoras possuem de um a três compressores, de acordo com sua capacidade, podendo ser 100% inverter ou combinado entre fixos e inverter. Os menores consumos de energia se dão quando o sistema se encontra trabalhando em cargas parciais, isto é, quando as válvulas de expansão eletrônicas nas unidades internas diminuem a passagem do fluido por atingirem a temperatura selecionada para o ambiente, os compressores inverter reduzem sua rotação.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*