Tendência

O essencial com muito estilo

Aliando estética e funcionalidade, o minimalismo traz ambientes cuidadosamente decorados para conter apenas o necessário. Seguindo as palavras do arquiteto modernista alemão Mies Van der Rohe, onde “menos é mais”, é possível afirmar que o estilo minimalista é a ideia de tirar tudo aquilo que seja excesso e, consequentemente, desnecessário. Com isso, ambientes passam a ser projetados com linhas estreitas, formas geométricas simples, com poucos objetos, cores neutras, mas tudo com muita funcionalidade. Você até pode pensar que um ambiente assim seja sem vida, frio ou meio vazio. Entretanto, para quem adota o minimalismo como um lifestyle, este tipo de decoração é a totalidade em tranquilidade e refúgio, onde a vida de forma organizada, calma e suave acontece longe do caos que marca o mundo lá fora.

O primeiro passo para entrar neste universo do décor é a prioridade que se deve dar à organização. Para tudo há um local apropriado, ou seja, quando não está em uso, deve estar guardado. Este estilo também conta uma influência direta das paletas de cores que o compõe. Quanto mais claro possível, melhor. Isso porque permite jogo de luzes
que engrandecem o ambiente. Segundo a decoradora Karla Silva, de Florianópolis, "uma paleta mais neutra como base – branco, cinza e preto – ou apostar nos tons terrosos, o verde militar, azul marinho profundo, por exemplo.

Pode ou não ser um ambiente todo branco, porém, o mais importante é ter personalidade, e acima de tudo, leveza e equilíbrio", complementa.Quanto à escolha da mobília, que trazem formas puras e imprimem um ar de simplicidade e sofisticação ao mesmo tempo, geralmente são acompanhadas de poucos objetos. Por isso, é preciso lembrar que “propostas estéticas para projetos baseados no minimalismo se destinam à funcionalidade do espaço em relação aos objetos existentes nele”, explica o arquiteto Osvaldo Segundo, de Blumenau. Por isso, empresas de equipamentos eletrônicos e eletrodomésticos têm investido cada vez mais no design de suas peças, para que sirvam igualmente como elementos decorativos destes ambientes. Entretanto, apesar do estilo minimalista ser para fãs de superfícies livres do que é desnecessário, isso não quer dizer que não possa existir alguns objetos,como uma escultura, alguns livros ou um vazo com flores simples que ajudem a imprimir um ar leve ao ambiente.Lembre-se que até mesmo a escolha de roupas de cama e banho e dos tapetes, devem seguir a mesma linha clean de toda o restante da decoração do
mobiliário multifuncional. As paredes também não fogem à regra, com um ou dois quadros e que de forma alguma poluam visualmente o ambiente.

Foto_02 (4)

Foto_04 (6)

Foto_01 (7)

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*