Arquitetas são a maioria no país

Profissional de Balneário Camboriú se orgulha da profissão!

O Brasil possui atualmente 193.443 arquitetos e urbanistas atuantes em todo o país, registrados no Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU). Do total de profissionais registrados até 15/02, 123.997 eram mulheres (64%) e 69.446 homens (36%). Em Santa Catarina, de 7134 registros, 3447 são femininos. E essa predominância tende a aumentar nos próximos anos, uma vez que a parcela de mulheres entre estudantes é bem maior: 67%. 

Quem abraçou a profissão e só tem motivos para comemorar neste mês de homenagens às mulheres foi Natália Xavier, paranaense que escolheu Balneário Camboriú como lar. Por aqui, além de realizar o sonho de abrir o próprio escritório, que completa um ano, ela se orgulha por tantos projetos assinados e pelo reconhecimento na profissão.

A frente do escritório NX Arquitetura, a Arquiteta, formada em 2010, pela União Dinâmica de Faculdades Cataratas (UDC), em Foz do Iguaçu / PR também atuou como professora numa faculdade de arquitetura de Balneário Camboriú em diversas disciplinas como, desenho técnico, projeto e projeto de interiores. A docência entre 2015 e 2019 deu a Natália a expertise e know-how necessários para que ela se destacasse no meio da arquitetura e design e abriu às portas para a maior feira de arquitetura da América Latina, a mostra CASACOR SC, na qual esteve em duas edições e já planeja a próxima, em Florianópolis.

Ambiente assinado por Natália Xavier na CASACOR SC

A Arquiteta se orgulha dos feitos na carreira, e mais ainda da representatividade feminina na área. “Vivemos num país extremamente machista, onde ser mulher já é difícil e muitas vezes perigoso, mas observar que aos poucos conseguimos conquistar nosso espaço em diversas áreas e cada vez mais em cargos de destaque, inclusive, me deixa orgulhosa do caminho que estamos percorrendo”.

Cozinha Nórdica Deca, assinado por Natália Xavier no Janelas CASACOR, em 2020

Ela aponta que a maioria feminina na Arquitetura tem muito a ver com a criação feminina, voltada mais para o lar, onde desde pequenas observamos as mães nos cuidados e decorações da casa, mas também pelo feelling feminino em criar e reinventar as coisas. “Somos criativas por natureza e que mulher não gosta de ver sua casa bem arrumada?”, observa.

Esse talento em recriar espaços, ou assinar projetos completos é que leva à realização profissional, e esse sonho foi realizado, finaliza Natália.

Fotos: William Bucholtz

Share this Post

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*