Conheça a Autoria Design e seu novo espaço em Itajaí

As curadoras da Autoria Design, as irmãs Ana Claudia de Araújo, que fundou a marca e Carmen Cecília de Araújo, doutora em Artes pela Universidad de Barcelona

Loja apresenta peças exclusivas e autorais, de renomados designers brasileiros premiados internacionalmente

Estrategicamente situada na Rodovia Osvaldo Reis, entre Balneário Camboriú e Itajaí a loja Autoria Design estreia em seu novo endereço, um lugar amplo, com curadoria para escolha dos melhores designers. Quem passa pelo local percebe que a qualidade e bom gosto são marcas registradas do espaço, que teve seu início no Rio Grande do Sul, quando a primeira loja foi montada em Canela, na época batizada de Espaço Aristeu Pires.

Reconhecido como um dos grandes nomes do design brasileiro, Aristeu Pires, artista baiano, radicado na Serra gaúcha construiu ao longo dos anos uma reputação forte no mercado nacional e internacional, através de seus traços simples, formas orgânicas e inspiração feminina para colocar em cada curva sua personalidade. Premiado, suas peças estampam revistas renomadas do mundo todo, sendo cobiçado por dezenas de famosos. Entre seus clientes estão Glória Pires, Tony Ramos, Ingrid Guimarães, Cláudia Raia, Maitê Proença, Nando Reis e tantos outros. Suas peças também estão em restaurantes badalados em São Paulo, como os restaurantes dos chefs Jun Sakamoto e Henrique Fogaça. O trabalho do artista é reconhecido internacionalmente, inclusive sua poltrona Gisele foi usada na sequência do filme Crepúsculo “Amanhecer Parte 1”, gravado no Rio de Janeiro. A casa onde o filme foi gravado teve uma curadoria de peças feita por uma equipe de Hollywood e a poltrona foi incluída no set do filme, que arrecadou mais de US$ 700 milhões mundialmente.

O quarto dos sonhos por Aristeu Pires apresentante como cena principal uma Cama e mesa lateral Tulipa, além do Banco Helena. Atrás estão a escrivaninha com gaveteiro Jobs; cadeira Angela e biombo Melangè

Criada em 2016 pela fundadora e curadora da Autoria Design, Ana Claudia de Araujo, como um showroom da fábrica Aristeu Pires, a marca levou menos de 3 anos para conquistar a preferência dos escritórios de arquitetura, não só do RS, mas do Brasil.  Durante a montagem Ana convidou a sua irmã Carmen Cecília de Araújo, doutora em Artes pela Universidad de Barcelona, até então professora de design, para ajudar a tocar esse projeto.

Com o sucesso nasceu a ideia de expandir e montar uma nova loja, agora com mais nomes do design brasileiro. O local escolhido foi a região de Balneário Camboriú, conhecida pela economia pujante e pela dinâmica da construção civil. Dentro da expansão da marca surge também o e-commerce – https://www.autoriadesignloja.com.br, que foi muito oportuno no momento onde o atendimento presencial encontrou-se reduzido para a prevenção da COVID-19. Atualmente, inclusive ambas as lojas trabalham com horário agendado.

Poltrona Reverse de Ronald Sasson

A atuação no estado começou em Itajaí, onde a loja ficou por um ano no Brava Mall. Na época o espaço foi concebido para venda de objetos de decoração apenas, e ficou pronta antes da loja principal, que estava sendo preparada, paralelamente, para venda de mobiliário. Agora, localizada no retorno para BC, após a entrada da Praia Brava, o espaço é ainda maior e com possibilidade de receber os clientes de forma mais confortável, mesclando a coleção de objetos e de móveis no mesmo endereço. “A aceitação foi grande e resolvemos dar esse passo rumo à elaboração de um espaço mais amplo, que reunisse o melhor e mais cobiçado do mobiliário autoral”, explica a diretora comercial Carmen.

Com qualidade e atendimento diferenciado e personalizado a Autoria Design oferece mobiliário e objetos autorais de qualidade e atemporais. Segundo Ana Claudia a marca apresenta uma curadoria do móvel atemporal. “Parafraseando o mestre Aristeu Pires, queremos que cada peça que vendemos passe a ser herdada pelos filhos de nossos compradores”, pontua. Ana explica que os grandes nomes do design tendem a ser atemporais. “Enxergamos que cada peça assinada tem uma história por trás e gostamos de passar essa vivência para o cliente, começando pela sua concepção e passando pelos inúmeros processos que existem até o objeto ser concretizado”, acrescenta.

Detalhe do assento da poltrona Biguá – Carlos Motta

Atualmente a marca trabalha com 7 nomes de designers brasileiros, mas, segundo a fundadora, isso não é algo engessado, sempre variando por coleção, podendo agregar mais nomes, sem tirar esses principais. A loja trabalha sempre 2 coleções: primavera/ verão (final de setembro) e outono/ inverno (final de março). Neste momento as duas lojas estão com a coleção inverno.

A diretora comercial Carmen explica que na Autoria Design o móvel e o objeto escolhido têm de ser autoral, essa é a principal característica. “Se não for assinado, não faz parte da coleção. Junto a isso, o acabamento tem que ser perfeito. As marcas que trabalhamos já apresentam um rigoroso controle de qualidade. Mesmo assim, quando chega para nós, cada peça passa ainda pelo nosso controle de qualidade antes de ser entregue. Queremos que a experiência seja boa em cada detalhe da totalidade do processo, desde a escolha do produto, passando pela entrega, até o complemento com o feedback do cliente no pós-venda”, finaliza.

A loja é revendedora oficial dos designes Aristeu Pires, Arthur Casas, Carlos Motta, Domingos Tótora, Inês Schertel, Pedro Petry, Sérgio Rodrigues e Ronald Sasson, este último inclusive um dos destaques da Fuorisalone 2020, evento do design mundial que acontece em Milão, na Itália, de maneira virtual neste ano, em virtude do coronavírus.

Sobre as sócias

Fundadora, diretora geral e curadora: Ana Claudia de Araujo, odontóloga com 25 anos de formação, com graduação e pós-graduação pela Universidade de São Paulo (USP), fez carreira em pesquisa na área de biomateriais, tendo feito parte de seu doutorado na University of Toronto e pós-doutorado pela University of Michigan. Aprendeu muito sobre design durante o período de 10 anos que esteve casada com Aristeu Pires, entre 2008 e 2018. Em 2015, após Ana retornar de um período sabático nos EUA, foi morar em Gramado onde teve um papel ativo dentro da fábrica de Aristeu Pires situada em Canela, inclusive aprimorando a estofaria, trazendo novos equipamentos e materiais e ajudando Aristeu Pires a lançar 17 novos produtos entre 2016 e 2017. Nesse período, inclusive, com a participação ativa da Ana na concepção e execução da estofaria, foi lançada a chaise Pitu, campeã de venda da marca.

A vivência fora do país e o gosto pessoal pelas artes e design que sempre esteve com ela, contribuíram de maneira primordial para a curadoria da Autoria. 

Sócia da unidade de Itajaí, diretora comercial e curadora: Carmen Cecília de Araujo é artista, doutora em Artes pela Universidad de Barcelona e foi professora universitária na área de Artes e Design durante 15 anos. Esta carreira e formação lhe proporcionaram a base conceitual e gosto estético fundamentais no processo de curadoria da Autoria.

Os Designers

Aristeu Pires

Reconhecido como um dos grandes nomes do design brasileiro, Aristeu Pires construiu ao longo de 15 anos uma reputação forte no mercado nacional. Seus móveis estão nas principais lojas de decoração do país e em projetos dos mais importantes escritórios de arquitetura, tanto residenciais quanto corporativos.

A marca registrada do trabalho de Aristeu Pires é o design contemporâneo, com traços simples, mas que chama a atenção pela beleza harmoniosa das linhas, quase sempre, delicadamente sinuosas. Práticas, confortáveis e funcionais, suas peças de mobiliário são o retrato do bem-estar. Ele ousa com a pertinência de quem sabe que vai surpreender, e não abre mão do acabamento primoroso, do conforto absoluto e da ergonomia – itens que considera essenciais para o sucesso de um projeto.

Mas o design entrou na sua vida por acaso. O baiano de nascimento, carioca por adoção – ele morou por muito tempo no Rio de Janeiro -, durante 25 anos atuou na área da computação. E foi justamente essa ciência exata que o levou à Serra Gaúcha, onde montaria um escritório. Por falta de mobiliário que o encantasse, resolveu ele mesmo criar as peças que queria e, a partir daí, perceber que estava na hora de trocar de ramo.

Deixou o antigo emprego, mudou para Canela, se descobriu e se encontrou como designer e montou a marcenaria onde produz suas obras para hoje abastecer mais de 40 pontos de vendas pelo Brasil. Dessa oficina saem também peças premiadas. A mais famosa delas é a poltrona Gisele, 1º lugar da categoria Mobiliário, do Prêmio Design MCB – Museu da Casa Brasileira.

Arthur Casas

O arquiteto Arthur Casas é considerado um dos ícones da arquitetura nacional e internacional. Suas obras ganharam destaque de São Paulo a Tóquio, passando por Paris e Nova York.

Formado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Mackenzie de São Paulo, Arthur Casas trabalha com projetos de arquitetura e interiores, utilizando formas limpas e harmônicas. Ele considera São Paulo rica em informações e um cenário perfeito para a experimentação.

Carlos Motta

Arquiteto e designer, estudou na Universidade de Buenos Aires e na Escola de Desenho Industrial de Paris. Há alguns anos no Brasil, seus produtos têm presença confirmada nas melhores empresas do ramo moveleiro. O conceito do seu desenho reside no equilibrado eixo ciência-arte-economia.

Domingos Tótora

Nascido e criado em Maria da Fé, cidade mineira na serra da Mantiqueira. Estudou em São Paulo e, de volta à sua aldeia, elege o papelão como matéria prima para seu trabalho, que transita entre a arte e o design. Além de raízes e laços afetivos, em seu habitat de expressão e experimentação encontra-se sua principal fonte de inspiração: a natureza. À partir da reciclagem do papelão, o artista cria objetos e esculturas onde a beleza é inseparável da função. Concede status de arte a peças simples do cotidiano.

Inês Schertel

Arquiteta e designer, Inês descobriu a técnica milenar de feltragem com artesãos no Quirguistão. De volta ao Brasil, morando em uma casa em meio ao verde em São Francisco de Paula, cidade do Rio Grande do Sul, ela colhe quase diariamente folhas e plantas para dar cor à lã que tira de suas 300 ovelhas, em um processo totalmente artesanal e solitário. Adepta

Pedro Petry

Atua como designer de mobiliário e objetos de madeira há mais de 30 anos. Seu trabalho se destaca por incorporar fendas, falhas, rachaduras e buracos, tirando partido destes detalhes, que geralmente são considerados defeitos, embelezando e dando personalidade às suas criações. Devido a isto, seu trabalho é guiado pelos princípios da sustentabilidade, sendo um dos precursores na área de design na pesquisa e utilização da madeira com esta linguagem.

Ronald Sasson

Nasceu em Curitiba em 1967. Desde a adolescência já se relacionava com o design, na elaboração de objetos experimentais. Aos 18 anos mudou-se para Paris, onde teve contato com as galerias de arte conceituais e neo-experimentais.  Após um ano em Paris, completamente imerso no mercado de artes plásticas, mudou-se para Israel, onde coletou mais informações. Já no Brasil, trabalhou como artista plástico por mais de 7 anos, adquirindo o status de ser selecionado para vários salões de arte. Já nessa época ele começou a mergulhar no mundo do design de uma maneira autodidata; ele sempre buscou uma característica que fundisse sua base artística autoral com as possibilidades industriais e de replicação. Já obteve mais de 26 prêmios internacionais.

Sérgio Rodrigues

Figura iluminada de personalidade marcante, Sérgio Rodrigues soube transformar suas inquietações numa obra coerente e reveladora da cultura brasileira. Ele é, sem dúvida alguma, uma das mais admiráveis expressões do design em nosso país. 

Filial Itajaí

Endereço: Rua Donato Pereira 55, Fazenda

Fotos: Romero Rodriguez

Share this Post

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*