Construções Sustentáveis: iniciativas que fazem a diferença!

Em busca de estilos de vida cada vez mais sustentáveis, tem aumentado o debate acerca de melhores práticas neste sentido em construções e edificações.

Por Stefani Loppnow

O tema sustentabilidade na construção civil permeia todas as etapas do processo, ou seja, desde o projeto até o ciclo de vida do empreendimento. Para isso, é importante considerar aspectos como os recursos naturais que serão empregados, a melhoria na qualidade de vida dos ocupantes, os resíduos que serão gerados e o formato de manutenção.

Apesar da abordagem não ser nova, seja em função da praticidade ou da cultura do mercado, a adoção de medidas que prevejam iniciativas sustentáveis na construção civil ainda não acontece de forma massiva. Itens básicos como captação de água da chuvauso de energia solar, aproveitamento da luz e ventilação natural ainda ficam subjugados a outros aspectos como design e velocidade do andamento do projeto.

The greening of the office building

O conceito de construção sustentável é muito bem explicado, de forma ampla, pelo Ecycle: “É uma forma de se construir casas e edifícios, harmonizando-os com o meio ambiente. Ela procura, durante toda sua produção e pós-construção, amenizar os impactos à natureza, reduzindo o máximo possível os resíduos e utilizando com eficiência os materiais e bens naturais. Além disso, é imprescindível a aplicação de materiais recicláveis e de menor impacto ambiental”. No site do Ecycle é possível conhecer um pouco mais sobre alguns materiais sustentáveis que podem ser empregados na obra, como o concreto reciclado e as telhas ecológicas.

É importante lembrar que muitas iniciativas sustentáveis podem ser adotadas não apenas no momento da construção, mas também em reformas e melhorias. Além disso, adquirir produtos e materiais que tenham certificado de origem que atestem a produção através de uma cadeia “limpa” na fase de construção é outra ação significativa.

Para ter garantia de que o produto vem de um manejo florestal responsável, que respeita os recursos do meio ambiente e os direitos dos trabalhadores, é preciso que o produto tenha certificação FSC. O FSC garante a rastreabilidade do produto florestal desde o manejo florestal responsável até o consumidor final, por meio da certificação de Cadeia de Custódia. 

Para atestar a sustentabilidade de uma edificação há atualmente duas certificações ambientais utilizadas no Brasil: o LEED – Lidership in Energy and Environmental Design, emitido pelo United States Green Building Concile e o Selo AQUA (Alta Qualidade Ambiental), certificação brasileira baseada na francesa HQE (Haute Qualité Environnemetale) e implantada pela Fundação Vanzolini.

O Ministério do Meio Ambiente possui em seu site área destinada ao tema “Construções Sustentáveis”, bem como Urbanismo e Cidades Sustentáveis, onde é possível entender um pouco mais sobre os assuntos. Além disso, o Sebrae também aborda as normas da ABNT para tornar uma construção sustentável.

 

Share this Post

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*