Imóveis de luxo ganham destaque durante a pandemia

Um ano depois, mercado imobiliário comemora as vendas e perfil dos imóveis agora é outro!

Se antes da pandemia, com a correria dos negócios, horários e prazos a vida exigia o máximo das pessoas, depois do distanciamento social, decretos e tantas vidas perdidas o mundo foi obrigado a pisar no freio. Revimos conceitos, prioridades, repensamos nossas escolhas e a vida que levávamos, e isso se refletiu em diversos setores da economia, nos obrigando a pensar no que realmente importa.

O vírus da Covid-19 colocou todos no mesmo patamar, igualando jovens e idosos, brancos e negros, ricos e pobres. Por todo o planeta acompanhamos tudo o que a pandemia foi capaz de fazer. Pessoas se reinventando, negócios abrindo, outros, infelizmente fechando, escolas sem aulas, obrigando pais e filhos a conviverem mais, empregos perdidos, e de outro lado tantos informais dando a volta por cima. O ano de 2020 mostrou nossa fragilidade, mas também provou que somos muito mais capazes do que imaginávamos.

Passamos a valorizar a família e a convivência com os amigos e neste cenário, “espaço” se tornou fundamental! Com mais tempo em casa as definições de conforto e lazer foram atualizadas. Se antes a procura por imóveis era por unidades pequenas, próximas dos grandes centros, sem garagem e sem lazer, hoje a busca é outra.

Para a corretora de imóveis de luxo, Fernanda Godoy, que comanda a Camboriú Alto Padrão, neste primeiro ano de pandemia tudo foi novo e vivenciamos dificuldades nunca enfrentadas, porém também foi um ano de reinvenção para empresários e profissionais.

 – Com a questão do coronavírus a palavra de ordem no mercado imobiliário foi “espaço”, se possível ao ar livre. Houve um crescimento muito grande na venda de terrenos em condomínios fechados e apartamentos com área externa, como os diferenciados e coberturas, e também de apartamento maiores, pois a modalidade de trabalho em casa fez necessário um home office. Além disso, crianças em casa demandam espaço e sem poder sair de casa estes requisitos se tornaram fundamentais, pontuou.

A corretora explica que este setor não sofreu com a pandemia, muito pelo contrário, comemorou um aumento de 50% a 60% nas vendas, dependendo da faixa de valor do imóvel.

Atuando principalmente entre Balneário Camboriú e Itajaí, Fernanda Godoy explica que a nossa região favorece a venda de imóveis frente mar, diferenciados e coberturas. “Trabalhamos principalmente com imóveis de 4 a 5 suítes, com 200 m² a 700 m² de área privativa. Nossa especialidade são os imóveis decorados e equipados na faixa de 1 milhão a 2.5 milhões, mas há apartamentos que podem chegar a 22 milhões e há clientes para todas as faixas de valores. Pessoas de todo o Brasil e também do exterior investem aqui, pois o câmbio está muito favorável”, acrescenta.

Para Fernanda, que atua há 15 anos na área, o mercado de imóveis de luxo está em pleno crescimento na nossa região, o que atrai investidores. “Os clientes não estão se sentindo confortáveis de deixar suas economias e seus investimentos no banco, onde as taxas estão consumindo o capital. Então a forma mais tradicional e sem riscos é investir em imóveis”.

Otimista com o futuro neste mercado, a corretora de imóveis aposta no crescimento do setor, uma vez que os índices permanecem os mesmos até o momento, aumentando a procura por lançamentos na planta. “Acredito que teremos um ano promissor no mercado de imóveis, também por conta dos créditos imobiliários com taxas atrativas para imóveis prontos pra morar”.

Com a Taxa Selic, atualmente por volta de 2% ao ano, sendo a menor taxa da história do país, foi possível frear a recessão no mercado imobiliário e, embora não seja possível garantir que ela permaneça neste patamar ao longo de todo o ano, a expectativa para o mercado imobiliário em 2021 é que a taxa não tenha uma grande alta, permanecendo por volta dos 2,75%, o que torna o mercado de imóveis um dos melhores investimentos.

Share this Post

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*