Quarto para adolescentes

Quarto para adolescentes deve levar em conta a personalidade e rotinas diárias de seu dono

FOT0_01

Com toda a certeza eles não são mais crianças, mas ainda também não adultos. É uma fase repleta de mudanças, incertezas e incontáveis descobertas. Por isso, durante a adolescência com tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo, pelo menos que o cantinho deles seja o refúgio perfeito. E isso beneficia a todos. Afinal, nada melhor para os pais que nesta fase os filhos desejem estar boa parte do tempo em casa.

Mas, o que priorizar em um quarto para este público? De acordo com a arquiteta Tatiana Constantinov, “o adolescente gosta de ter um canto só dele onde possa fazer suas atividades sem que ninguém incomode, desde escutar música, assistir TV, jogar vídeo game e, até mesmo, estudar ou ler um livro, além de poder dormir bastante! Quando conseguimos conciliar todas as atividades no dormitório, eles acham o máximo pois podem também receber
os amigos sem ninguém interferir a todo instante, perguntando o que estão fazendo. Por isso, o dormitório do adolescente deve refletir o que ele mais gosta de fazer com as atividades básicas”.

Para a arquiteta Érica Salguero o que não pode faltar no quarto dos adolescentes é funcionalidade, e um espaço para estudo, que sirva tanto para a fase adolescente e acompanhe o crescimento do jovem. “Em geral os meninos pedem uma mesa para abrigar notebook e as meninas pedem uma mesa para estudo, porém com uma penteadeira embutida e uma gaveta para guardar as joias e maquiagens”, explica Érica.

Quando a assunto é conciliar a vontade dos pais e dos filhos, Tatiana explica que é sempre bom conversar com todos, escutar o que cada um espera do ambiente e tentar viabilizar todas as expectativas. “Tendo uma pessoa de fora, no caso o arquiteto, fica mais fácil para conciliar a vontade de ambos pois é uma opinião imparcial, geralmente mais aceita, além de ter o conhecimento adequado para a construção do ambiente.

Nesta fase, até as cores que irão compor o ambiente devem ser igualmente bem pensadas.Érica explica que elas são a peça-chave para o quarto de um adolescente, pois elas trazem diferentes sensações e transmitem a personalidade do jovem. “Nessa fase eles não querem um ambiente infantil e nem um ambiente com um tom mais sério, eles buscam algo descontraído e que acompanhe sua personalidade e as cores tem essa função”.

As opções de materiais, tipos de móveis, estilos e cores são incontáveis no mercado da decoração. Basta encontrar o seu estilo. Mas, o que vale mesmo é chegar ao senso comum entre pais e filhos, e criar o melhor ambiente que um jovem possa ter para as horas de descanso, lazer e estudos.

FOT0_02

FOT0_05

FOT0_06

FOT0_07

FOT0_08

FOT0_09

Share this Post

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*